31.5.09

CARTAZES POLÍTICOS PARA AS EUROPEIAS

Por regra, os cartazes políticos relativos a eleições são maus do ponto de vista visual. Pelo menos, eu não os acho apelativos.

Os cartazes seguintes ilustram a presente campanha para as eleições para o parlamento europeu, que decorrem de amanhã a uma semana. A campanha em si não tem despertado interesse a não ser quezílias e alusões a casos judiciais.

Como memória futura das imagens públicas da campanha, coloco os cartazes (que vi no percurso que fiz) e considero doze pontos de observação dos mesmos:


1) aposta em rostos dos cabeças de lista, excepto o MPT,
2) alguns dos cartazes trazem apenas o cabeça de lista (PSD, CDS-PP, MEP, MMS), enquanto outros apresentam equipa (PS, CDU, BE),
3) alguns dos cartazes têm (ou tiveram já) ligação a outros cartazes com os líderes partidários (PSD, CDS-PP),
4) cartazes colocados com mais frequência nas principais vias ou rotundas das grandes cidades (fiz as imagens na Av. da República, em Lisboa),
5) identificação dos candidatos, excepto no cartaz do CDS-PP,
6) nos candidatos masculinos há o uso de casaco e gravata, excepto CDU e BE,
7) mais homens que mulheres como principais candidatos (excepto MEP, com uma mulher a cabeça de lista, e PS, com paridade de género),
8) principais elementos nos cartazes: partido, nome do candidato, mensagem política, sítio da internet,
9) apesar disso, é pequeno o número de elementos face à dimensão do cartaz, pois se tem em vista os principais destinatários dos cartazes: as pessoas que se deslocam de transporte ou automóvel,
10) referências à Europa (metade dos cartazes) e a Portugal (metade dos cartazes),
11) candidatos pertencentes a uma nova geração de políticos (excepto PS, além de alguma renovação na CDU),
12) cartazes distintos de um partido mas apenas com pequenas variações de tema (PSD).

Sem comentários: