16.2.10

HISTÓRIA DA IMPRENSA PERIÓDICA DESPORTIVA PORTUGUESA, 1875-2000

É o título da tese de doutoramento que Francisco Pinheiro vai defender no próximo dia 26 de Fevereiro, pelas 10:00, na Sala de Actos da Universidade de Évora.

Para o candidato, "Fazer a história da imprensa periódica desportiva portuguesa foi o objectivo da minha investigação de doutoramento, que
englobou a análise a 940 publicações periódicas desportivas, criadas em Portugal entre 1875 e o ano 2000. A construção desta história do jornalismo desportivo português permite compreender a importância e dimensão real desta área de especialização jornalística e fazer o seu enquadramento na história dos media em Portugal e no contexto internacional. Este estudo possibilitou ainda a identificação das principais linhas editoriais e tendências discursivas subjacentes à actividade jornalística desportiva portuguesa, assim como os diferentes trajectos e retóricas, em distintos espaços e dimensões temporais".

Desejo boas provas a Francisco Pinheiro.

Francisco Pinheiro é autor do livro A Europa e Portugal na imprensa desportiva (1893- 1945), editado em 2006 pela MinervaCoimbra. Autor de outros livros sobre o futebol e organizador de tertúlias e exposições sobre aquele desporto, no livro acima identificado propõe "identificar e caracterizar os discursos produzidos, nos principais jornais desportivos portugueses, sobre a Europa e a nossa identidade nacional", desde o começo do primeiro jornal desportivo (1893). Esse jornal fundador foi O Velocipedista (Porto), dedicado ao ciclismo.

Sem comentários: