14.3.10

CARTAS DO JAPÃO III - TRADIÇÕES

[textos e imagens de Rita Botelho]

As duas primeiras fotografias foram tiradas no desfile que ocorreu no último dia (17 de Julho de 2009) de um dos maiores festivais em Kyoto e do Japão: Gion Matsuri. Durante três noites seguidas, a baixa da cidade fica cortada ao trânsito e as ruas enchem-se de pessoas e de tendas onde se vendem comidas tradicionais de rua como yakitori, taiyaki, takoyaki e okonomiyaki. Quase todas as raparigas vestem a sua yukata que é uma espécie de Kimono mais leve para o Verão. É uma festa dedicada aos deuses com o objectivo de proteger o país das pragas, fogos, inundações e terramotos. No festival, são retratados episódios passados e, por isso, é sem dúvida, uma oportunidade única de ver os trajes tradicionais e os rituais do povo japonês.




Em todos os Santuários shintoístas, podemos encontrar na entrada uma base de madeira ou pedra com água fresca para os visitantes lavaram as mãos, a cara e até beberem água como ritual de purificação, como se observa na imagem seguinte. Cada pessoa pega numa concha de bambu que é muito útil para não salpicar o vizinho do lado. É também curioso observar a utilidade prática destes reservatórios de água que estão espalhados por toda a cidade (devido ao elevado número de santuários) durante o Verão extremamente quente e húmido de Kyoto. É comum ver durante esta época mais turistas a refrescarem-se do que habitantes locais, a purificarem-se.


A fotografia seguinte foi tirada à saída de um espectáculo único no centro de Kyoto em que as gueixas e maikos (aprendizes) de vários bairros tradicionais em Kyoto mostram os seus melhores trajes, dançam, cantam e tocam instrumentos musicais tradicionais, tal como se fazia há séculos atrás. Este é um espectáculo único pois só ocorre uma vez por ano e a única oportunidade de ver ao vivo, juntas, as gueixas mais populares de Kyoto. A autora, infelizmente, não teve acesso ao espectáculo mas passou por acaso à porta da sala de espectáculos quando as artistas estavam a sair e a dirigirem-se para os táxis. Esta imagem em particular, captou-lhe especial atenção pela expressão facial da gueixa e do seu acompanhante.

Sem comentários: