15.3.10

CHÃO: NIMAS

O projecto CHÃO: Nimas (Av. 5 de Outubro, 42B, Lisboa) leva a efeito, de 18 a 26 de Março de 2010, um programa dedicado ao cinema, reocupando o desígnio do cinema Nimas recentemente encerrado. Das sessões, destaco: Cinema, alguns cortes: Censura, filme de Manuel Mozos, 1999; Catembe, filme de Manuel Faria de Almeida, 1965; As Horas de Maria, filme de António Macedo, 1979; Kino Xtrem, projecção tripla com edição e som ao vivo, de Peter Sempel; Uma História de Vento, filme de Joris Ivens, 1988; O Vento, filme mudo de Victor Sjöström, 1928, acompanhado por sessão de sonoplastia ao vivo por Vasco Pimentel, Peter Bastien e Rui Viana Pereira; outros [ver informação mais detalhada aqui e aqui].

O Cinema Nimas foi instalado na década de 1970. À semelhança das salas-estúdio, apresentava filmes de diversos distribuidores e destinados a um público muito fiel, como a cinematografia francesa. Em Agosto de 2009, a sala deixou de funcionar como cinema e tem vindo a dedicar-se às artes performativas (música, dança, teatro).

O projecto Chão consiste na ocupação temporária de edifícios devolutos previstos para demolição ou remodelação, escolhidos de acordo com localização, estado de conservação e interesse arquitectónico. Assegurada a infra-estrutura mínima para o seu funcionamento, cada edifício é temporariamente ocupado por um programa de actividades definido a partir da especificidade do local. O programa é organizado por uma rede de colaboradores que coordenam as diversas áreas de intervenção e programação segundo uma estrutura flexível, adaptável a cada novo contexto.

Sem comentários: