Interrupção

O blogue tem sido muito pouco atualizado. O trabalho de investigação e outros motivos obrigam a uma concentração de esforços num só sentido. Obrigado pela preferência manifestada desde 2003.

14.10.10

ENCONTRO DE CINEMA E TELEVISÃO NO RECIFE

[texto e imagens de Eduardo Cintra Torres, a quem agradeço a gentileza]

O 14º Encontro da SOCINE realizou-se em Recife, Pernambuco, entre 5 e 9 de Outubro. Participaram mais de 300 académicos, entre doutorados e mestrandos. Vieram participantes de todo o Brasil, mas também alguns portugueses, em especial dos Estudos Fílmicos.

A SOCINE concentra-se nos estudos de cinema, mas no último ano começou a alargar a perspectiva a outras áreas do audiovisual. O próprio nome da SOCINE, um pouco paradoxal (Sociedade Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual), reflecte essa mudança para áreas como os Estudos Televisivos, que só este ano tiveram pleno direito a sessões próprias no encontro. A conferência de abertura da sessão temática sobre televisão esteve a cargo de Arlindo Machado, da Pontifícia Universidade Católica de S. Paulo, autor de A Televisão Levada a Sério.

O nível das comunicações foi bom, espelhando o rigor científico das universidades brasileiras. As sessões tiveram assistência, ao contrário do que sucede noutros congressos.

O cinema português interessa aos investigadores brasileiros e aos organizadores, tendo originado um número significativo de comunicações: várias sobre o cinema de Manoel de Oliveira, mas também sobre obras de João Canijo, Pedro Costa, José Barahona, António Lopes Ribeiro, Thomas Harlan, Jorge Paixão da Costa, Mário Barroso, e ainda sobre a crítica francesa ao cinema português, as coproduções de cinema em português, transposições de obras de Camilo e Eça (este em duas comunicações), o "novo cinema português" e "os anos Gulbenkian".

Sem comentários: