Interrupção

O blogue tem sido muito pouco atualizado. O trabalho de investigação e outros motivos obrigam a uma concentração de esforços num só sentido. Obrigado pela preferência manifestada desde 2003.

11.11.10

GRAFFITI

Com datas de 29 de Agosto e 7 de Novembro, o jornal Público abordou temáticas semelhantes: graffiti e murais, assunto que tem interessado aqui no blogue. O primeiro dá conta da operação de limpeza de graffiti no Bairro Alto, Lisboa. A operação custaria 480 mil euros em 363 edifícios em 15 ruas, embora não houvesse garantia de não voltar a haver rabiscos. O ideal seria transformar os espaços em street art: a fotografia, o vídeo e a internet têm sido os espaços da arte efémera, arte que usa linguagem comparável ao movimento surrealista (do texto). O outro relata a "ocupação" de um mural na avenida de Ceuta, Lisboa, feito por estudantes de Belas Artes do Porto a partir de texto de José Luís Peixoto e usando tintas CIN. Outros locais foram motivo de murais, feitos por estudantes de outras escolas: IADE, Escola Técnica de Imagem e Comunicação, ESAP, Universidade Católica, ESAD, Restart.

Sem comentários: