Interrupção

O blogue tem sido muito pouco atualizado. O trabalho de investigação e outros motivos obrigam a uma concentração de esforços num só sentido. Obrigado pela preferência manifestada desde 2003.

13.12.10

SEMENTES. VALOR CAPITAL

O MUDE, Museu do Design e da Moda Colecção Francisco Capelo, a partir do dia 18 próximo, abre a exposição Sementes. Valor Capital.

"Depois de terem guardado dinheiro e riquezas várias durante mais de 50 anos, os antigos cofres do Banco Nacional Ultramarino, actualmente propriedade da CML/ MUDE, recebem [...] um bem vivo de toda a Humanidade, um valor capital do qual depende a própria sobrevivência das espécies - AS SEMENTES. O MUDE abre assim ao público a sala dos antigos cofres [imagem em cima], apresentando 500 variedades de sementes agrícolas plantadas em Portugal, tratando-se de uma oportunidade de conhecer melhor esta riqueza e de perceber um pouco melhor o design que a natureza nos legou. Compreender a importância das sementes é lembrar que estiveram na origem da agricultura e dos primeiros povoamentos sedentários, da escrita, do cálculo e da aritmética. Entendidas como dote de casamento em tempos passados, serviram também de moeda nas transacções comerciais. [...] Produzida em colaboração com o Instituto Superior de Agronomia, o Banco Germoplasma Vegetal e a Associação Colher para Semear que constituíram a sua comissão cientifica, esta exposição espera contribuir para a sensibilização e consciencialização do público em relação a temática da biodiversidade" (informação da organização).

Sem comentários: