30.12.10

TULPAN

Tulpan é um filme dirigido por Sergey Dvortsevoy (2008), que conta a história de pastores do Cazaquistão. Asa (interpretado por Askhat Kuchinchirekov) é um antigo marinheiro da armada russa que regressa à estepe do Cazaquistão, onde passa a viver na casa da sua irmã Samal (Samal Yeslyamova) e o seu marido Ondas (Ondasyn Besikbasov) e os três filhos Beke, Maha e Nuka. O seu sonho é estabelecer-se como pastor do seu rebanho e casar com a única rapariga da planície Tulpan, que esta recusa (aliás, nunca se chega a vê-la). No grupo mais próximo de Asa, há ainda Boni (Tulepbergen Baisakalov), condutor de tractores, com o seu gosto pela cultura ocidental, nomeadamente americana.

A rádio era o único meio que chegava à tenda de Ondas e família. O filho mais velho fazia, ao final do dia, o relato dos acontecimentos do mundo: o progresso do Cazaquistão no futuro como um dos principais países produtores de petróleo, um terramoto no Japão, a estreia de uma peça de teatro em Moscovo. O filme mostra o desencanto (Ondas, Samal e os filhos abandonam a dura vida) mas também o renascimento (Asa cumpre o desejo de ser pastor, ao ver confiado o rebalho do patrão). O filme mostra uma paisagem desolada e pobre, as tempestades de areia, a vida dos animais (como o nascimento de um cordeiro), quase em estilo de documentário (etnografia) e não filme de ficção.

O filme ganhou diversos prémios como o Prix Un Certain Regard do festival de Cannes, melhor primeiro filme no festival de Londres, melhor filme no festival de Zurique e melhor realizador no Festival Internacional de Cinema de Tóquio (2008) [na foto, da esquerda para a direita, Askhat Kuchinchirekov(Асхат Kuchinchirekov), Samal Yeslyamova ou Samal Esljamova (Самал Еслямова) e Sergey Dvortsevoy (Сергей Дворцевой)].

Sem comentários: