Interrupção

O blogue tem sido muito pouco atualizado. O trabalho de investigação e outros motivos obrigam a uma concentração de esforços num só sentido. Obrigado pela preferência manifestada desde 2003.

4.1.11

AUDIÊNCIAS DE 31 DE DEZEMBRO DE 2010

Nas audiências televisivas de 31 de Dezembro (quadro via blogue A minha TV), o programa Casa dos Segredos da TVI ficou em primeiro lugar em termos de share.


Segundo a Marktest (de onde retirei os quadros seguintes), "O melhor resultado verificou-se na consagração de António a 31 de Dezembro quando esta gala registou 18.2% de audiência média e 62.7% de share. O melhor minuto de todas as galas foi emitido na final do programa à 1:17 [já a dia 1 de Janeiro de 2011] quando se encontravam 2.166.700 espectadores a ver o programa ou seja cerca de 84% dos espectadores que estava a ver televisão naquele minuto". A Classe C2 e D foram responsáveis por 70% da audiência aproximadamente, enquanto que, em termos de género, a melhor adesão pertenceu à população feminina (61,7%).



Das dez galas, a última teve um grande crescimento - de modo pouco cuidado, mais 3% de audiência média e mais 14% de share do que os valores médios das nove anteriores. Interior e Grande Lisboa e acima de 64 anos foram outros dados relevantes.

No zapping entre Casa dos Segredos e Ídolos, eu senti os mais velhos bastante inclinados para o programa da TVI e os mais novos para a SIC. Afinal, o programa da SIC ficou muito longe do apresentado por Júlia Pinheiro (14º contra 1º lugar). O reality show enquanto programa que mistura entretenimento e ficção surge mais eficiente do que o programa caça-talentos. Além de que a narrativa do pastor e antigo dono de uma casa de alterne era mais atraente (picante, emocionante) do que a história de uma rapariga que quer fazer carreira na música (sonho juvenil).

Sem comentários: