Interrupção

O blogue tem sido muito pouco atualizado. O trabalho de investigação e outros motivos obrigam a uma concentração de esforços num só sentido. Obrigado pela preferência manifestada desde 2003.

4.2.11

INDICADORES DE CINEMA SEGUNDO O OBERCOM

"Os indicadores de 2010 confirma as tendências já antes evidenciadas na edição de 2008, a saber, a televisão continua a ser a plataforma mais utilizada para consumo de filmes, seguida pelo DVD e pelas salas de cinema. Mantêm-se assimetrias no consumo de cinema que se evidenciam no cruzamento com a escolaridade, a idade e a região, e também com o género. Os filmes de produção nacional apresentam maior taxa de consumo na televisão e, nessa plataforma, pelas faixas de público com menor grau de escolaridade - dado que parece sugerir a importância de factores facilitadores combinados (tecnológicos e linguísticos) no acesso deste segmento da população aos filmes. Os resultados do inquérito sugerem ainda a pertinência de se explorar futuramente as relações entre a actividade cinematográfica e outros sectores da cultura e da economia, em particular o do turismo" (Obercom).

Sem comentários: