24.7.11

DA RUA DE S. PAULO AO LARGO DO CONDE BARÃO

O autor dos grafitti parece ser o mesmo, dados os objectivos próximos das mensagens e a técnica usada: uma mensagem, uma figura estilizada e uma assinatura (gcaca?) [que não consegui identificar mas que representa um movimento]. "Não esperes que caia do céu", "Quem cai de cabeça em pé se levanta" e "Quem não sabe nadar mergulha?" são as mensagens que vi no percurso da rua S. Paulo ao Largo do Conde Barão, em Lisboa (um território marcado de intervenção) e que reflectem o tempo actual: a crise financeira não permite sonhar mas estar atento à realidade dura da vida real. As mensagens surgem em prédios degradados da zona.


Sem comentários: