21.9.11

FONTES DE INFORMAÇÃO E JORNALISMO

Aldo Antonio Schmitz lançou agora o livro Fontes de Informação. Ações e estratégias das fontes no jornalismo (2011), editado pela Combook, de Florianópolis, no estado brasileiro de Santa Catarina. Docente e director do Instituto Superior de Comunicação (ISCOM), em Florianópolis, com uma actividade de vinte anos na gestão da comunicação pública e empresarial, o seu livro é o primeiro no Brasil a tratar exclusivamente do tema. Ele reune e faz a revisão da literatura do tema e operacionaliza um trabalho empírico baseado em entrevistas a 440 fontes, assessores de imprensa e jornalistas.

O autor propõe uma complexa classificação de fontes de informação, atendendo a categoria (primária, secundária), grupo (oficial, empresarial, institucional, popular, notável, testemunhal, especializada, referencial), acção (proactiva, activa, passiva, reactiva), crédito (identificada, anónima) e qualificação (confiável, fidedigna, duvidosa) (pp. 26-36). Assessoria de imprensa, jornalistas, media training, imagem e reputação e ética são outros tópicos abordados no livro.

Na contracapa, Aldo Antonio Schmitz indica os seus propósitos: "a obra elucida as acções e as estratégias, inclusive as equivocadas, das fontes de notícias em persuadir os jornalistas a reproduzir os factos, o enfoque, as falas e os seus interesses, com o propósito de zelar por uma reputação ilibada e imagem positiva, seja pessoal, da organização ou do grupo social que representam. Enfim, contribui para a introdução aos estudos sobre fontes de notícias nos cursos de Jornalismo e Relações Públicas".

Sem comentários: