15.9.11

VILA CRIATIVA - UNIDADE PILOTO

Um grupo de criativos das mais diversas áreas encontraram no Orçamento Participativo de Lisboa a oportunidade para propor um projecto de reconversão e revitalização urbana articulado com as indústrias criativas da Cidade. Encarando esta iniciativa de boas práticas como a verdadeira participação dos cidadãos na governação da cidade, esperam com a votação conseguir o limite máximo de 1 milhão de euros para ver a sua "Vila Criativa - Unidade Piloto" a funcionar.

O projecto baseia-se na reconversão urbana de antigas vilas operárias camarárias, um património da Cidade votado ao abandono, que constitui um tipo arquitectónico e marca o testemunho de uma época. Este grupo acredita que estes edifícios possuem características óptimas para a reconversão em pólos aglutinadores de criativos, as VILAS CRIATIVAS. Uma aposta nas indústrias criativas como factor de desenvolvimento da Cidade.

Criativos das áreas de artes e ofícios tradicionais, música, artes visuais, artes dramáticas, edição, design, literatura, arquitectura, publicidade, cinema, tecnologias e conteúdos interactivos, culinária, poderiam trabalhar num lugar marcado pelas sinergias criativas. Mais do que uma incubadora de empresas, falam de uma “incubadora de ideias”.

O vídeo promocional, uma conversa de chat cibernético entre Fernando Pessoa e alguns dos seus heterónimos acerca desta “Vila Criativa” está acessível aqui: http://www.vimeo.com/28980351.

Sem comentários: