14.12.13

Rádio Graça em 1954

A estação começou a emitir em 27 de Março de 1932, a partir da rua Machado de Castro, 3, no bairro da Graça, em Lisboa. Modesta de início, Américo Santos manteve o seu emprego como guarda-livros. O filho adolescente Alberto Santos ligava o emissor e a esposa tornou-se a primeira locutora portuguesa. Depois, com o desenvolvimento da estação, Américo Santos dedicou-se totalmente e abandonou a profissão anterior. A Rádio Graça passou a emitir da rua da Verónica, também no bairro da Graça, com um auditório para 300 pessoas e vivendo dos programas rádio-publicitários e da cotização de 1800 associados. A partir de Outubro de 1951 pertencia aos Emissores Associados de Lisboa. Com a nacionalização de Dezembro de 1975, ia desaparecer uma marca radiofónica cuja glória foi a transmissão do folhetim A Força do Destino, mais conhecido pelo folhetim da coxinha do Tide [Flama, 16 de Julho de 1954].