Interrupção

O blogue tem sido muito pouco atualizado. O trabalho de investigação e outros motivos obrigam a uma concentração de esforços num só sentido. Obrigado pela preferência manifestada desde 2003.

8.3.14

O dia triunfal de Fernando Pessoa

"Num dia em que finalmente desistira - foi em 8 de Março de 1914 - acerquei-me de uma cómoda alta, e, tomando um papel, comecei a escrever, de pé, como escrevo sempre que posso. E escrevi trinta e tal poemas a fio, numa espécie de êxtase cuja natureza não conseguirei definir. Foi o dia triunfal da minha vida" (carta a Adolfo Casais Monteiro, de 13 de Janeiro de 1935).

Numa organização da Fundação Aristides de Sousa Mendes, foi hoje proposta uma viagem às casas em que Fernando Pessoa viveu na freguesia de Arroios, aqui em Lisboa. José Manuel Cymbron foi o guia e José Fanha leu poemas de Pessoa nos jardins de Cesário Verde e do Constantino. Também foram lidos poemas de Fernando Pessoa na livraria Assírio & Alvim e na Escola de Passos Manuel, na rua de Passos Manuel, 24, onde o poeta viveu com a sua tia Anica entre 1912 e 1914.



A aproveitar a visita, dei uma volta a parte significativa da freguesia de Arroios,que se pode ver abaixo, à procura de roteiros culturais, como ficou demonstrado o interesse durante a manhã.



Sem comentários: