Interrupção

O blogue tem sido muito pouco atualizado. O trabalho de investigação e outros motivos obrigam a uma concentração de esforços num só sentido. Obrigado pela preferência manifestada desde 2003.

22.3.14

Inércia

"Inércia, a de que falam Galileu e Newton, a que é refutada por físicos da actualidade, a do pensamento filosófico sobre a sociedade contemporânea, a de Fernando Pessoa - essa, sim, a que nos debruça sobre a mecânica do corpo. Não é sobre preguiça, é sobre a textura do conforto, quando é íntimo e se instala, quando se impõe e está do lado de fora da casa. Levar Inércia à cena talvez seja fazer desse conforto um conflito, convocar o pensamento da Ciência e da Filosofia para o confronto através do teatro, entendido como espaço de diálogo, escutas e hipersensibilidade. Inércia podia ser um gesto de pensamento: mas são quatro pernas e duas vozes a dançar" [texto da organização].

Direcção Artística: Ricardo Boléo, Texto: Fernando Pessoa, Apoio à Dramaturgia: Armando Nascimento Rosa, Interpretação: Cátia Terrinca e José Leite, Produção: UmColetivo.

Datas: 9 a 19 de Abril às 21:30. Ribeira – Primeiros Sintomas (Rua da Ribeira Nova, 44, Lisboa, nas traseiras do Mercado da Ribeira, Cais do Sodré). Duração aprox: 50 minutos.

Sem comentários: