26.4.14

Sobre o Círculo de Cultura Teatral - Teatro Experimental do Porto

Numa conferência recente no Porto, na Universidade Lusófona, a propósito de indústrias culturais e criativas, eu teci um comentário sobre o teatro na cidade. Nas semanas anteriores, eu assistira naquela cidade a algumas peças de teatro produzidas por companhias de Lisboa e do alto Minho. Para mim, uma cidade criativa tem de possuir teatro produzido nela mesma.

Estava muito equivocado. Mão amiga fez-me chegar catálogos das produções do Círculo de Cultura Teatral - Teatro Experimental do Porto, de 2010 até hoje. Em baixo, estão quinze capas de catálogos, dos quais analiso catorze (a outra foi uma representação para público infantil). Há nove encenações de Gonçalo Amorim e uma cada de Nuno Cardoso, Cláudio Silva, Bruno Bravo, António Júlio e Luís Varela. Dos autores representados, Arthur Miller teve duas peças no palco, e os outros autores uma - Eugene O'Neill, Luís Sttau Monteiro (duas encenações diferentes de Felizmente Há Luar), Ernest Hemingway, Rui Pina Coelho, John Whiting, Pau Miró, Eça de Queirós (a partir de um romance dele), Pierre Notte, Bertolt Brecht, Dea Loher e Ricardo Alves.

No último espectáculo aqui identificado (Ping Pong Pau, de Ricardo Alves, uma co-produção com o Teatro do Montemuro), representado em Fevereiro de 2014, o presidente do Círculo de Cultura Teatral, Júlio Gago, lembrava os 60 anos de actividade da colectividade, simultaneamente 15 anos de transferência do Porto para Vila Nova de Gaia e cinco anos de contratação de Gonçalo Amorim, director artístico desde 2012. Nessa mesma ocasião, o protocolo com a câmara municipal estaria em renegociação. Já no catálogo de anterior representação (As Relações de Clara, de Dea Loher), havia a indicação de edição de Actas, prevista para 2014, respeitantes a um colóquio sobre a actividade da companhia, com antigos e actuais encenadores, cenógrafos e figurinistas, além da publicação do primeiro volume de uma nova colecção de peças de teatro.

O Círculo de Cultura Teatral - Teatro Experimental do Porto foi fundado em 1951.



Sem comentários: