17.8.14

Florença

Na edição de hoje no Diário de Notícias, Viriato Soromenho Marques escreve sobre Florença e o seu centro cultural, a Piazza della Signoria. Ele fala de Girolamo Savaranola, o padre dominicano que governou a cidade por um curto período de tempo, entrando em conflito com o papa Alexandre VI e depois condenado à morte por heresia. Mas também sobre o escultor Miguel Ângelo (David, 1501) e Cellini (Perseu, 1554), da colecção Uffizi, doada pela família Medici, onde brilham Botticeli e Leonardo da Vinci. E da ponte Vecchio, construída em 1345. No final da II Guerra Mundial, em 1944, para atrasar o avanço das tropas aliadas, os alemães destruíram as pontes sobre o Arno, excepto a Vecchio. Gerhard Wolf (1896-1971), cônsul alemão na cidade, salvou-a.



Sem comentários: