24.11.14

Pinto Balsemão sai do Conselho Europeu de Editores

Francisco Pinto Balsemão (1937-) foi durante 15 anos o presidente do Conselho Europeu de Editores (EPC), cargo que abandona agora. Ele, que "transformou o EPC, adaptando-o aos novos desafios e respondendo às ameaças e oportunidades colocadas pela era digital", lembra que o "mercado único digital oferece enormes benefícios. É uma família de meios de comunicação social, culturas e línguas diferentes; esta diversidade enriquece a União Europeia. Exorto o novo chefe digital a considerar que não pode haver nenhuma abordagem tamanho único em relação a qualquer regulamentação dos meios de comunicação social; as nossas diferenças são os nossos pontos fortes e aquilo que proporciona valor à sociedade". Em comunicado da EPC, recorda-se que no mandato de Balsemão, houve "muitas questões de cariz regulamentar que afectam os meios de comunicação social, publicidade, privacidade de dados, comércio electrónico, jornalismo financeiro, auxílios estatais, serviços de comunicação audiovisual, harmonização do IVA, entre outras. Mas nenhuma tão crucial nesta época de revolução digital como a questão dos direitos de autor - a melhor maneira de incentivar os criadores de conteúdos a disponibilizarem os seus conteúdos online" (texto a partir de notícias publicadas na imprensa).

Sem comentários: