16.1.15

Memória das comunicações


Em Portugal, realizou-se um importante encontro nacional sobre património industrial em 1986, reunindo os animadores de uma nova área, a da arqueologia industrial. Dos membros activos do encontro, recordo José Amado Mendes, Jorge Custódio e José Lopes Cordeiro. Então, eu estava a trabalhar sobre a história das telecomunicações em Portugal, tendo analisado alguns suportes visuais e cartazes da actividade ao longo das décadas de 1930 e 1940.

O universo das comunicações faz parte da minha vida profissional desde há 40 anos. Por isso, me lembrei da imagem à esquerda. Não sei o percurso posterior do fotografado e do fotógrafo mas lembro-me das condições da fotografia e do local, possivelmente feita no ano de 1989, ainda estava eu engajado na actividade de arqueologia industrial. O mecânico aqui presente juntava fios de cobre para novas ligações telefónicas num longo repartidor, trabalho minucioso e monótono de soldar com um ferro apropriado. Por baixo do sítio onde solda, um folha de papel grosso funciona como local de aparo das parcelas desperdiçadas de solda, ao lado de um documento onde tem a informação sobre o trabalho em execução. Num tempo anterior, ele usava um fato macaco de cor azulada mas aparece aqui com roupa de uso pessoal.

Sem comentários: