17.5.15

Notícias do CIMJ



Ontem, na minha caixa de correio, vi esta imagem e um comentário sobre o fim do CIMJ (Centro de Investigação Media e Jornalismo), instituição fundada em finais de 1997 por Nelson Traquina e outros investigadores de ciências da comunicação e do jornalismo. Depois, veio uma mensagem mais tranquila. O CIMJ acabou enquanto modelo autónomo como existia no começo mas associou-se a outras unidades das universidades (Nova de Lisboa, Porto, Aveiro, Lusófona), formando um centro de maior massa crítica em termos de investigadores. O CIMJ, que dá o nome a uma linha de investigação no seio desse consórcio, tem três projetos em curso até final do ano e seis outros aguardam resultado do recente concurso da FCT.

Atualização (19.5.2015). Registo aqui um dos comentários no Facebook, escrito por Teresa Mendes Flores, sobre a nova vida do CIMJ: "Eu não sou fundadora, mas foi com muito orgulho que participei neste centro com uma dinâmica tão especial, com um espírito aberto e colegial, integrador das pessoas - sem olhar a hierarquias e proveniências - e a olhar para as mais valias que cada um e cada uma pudessem trazer. Sonho que se consiga continuar este espírito no novo centro".

Sem comentários: