9.9.15

OBITEL 2015 Yearbook

"We are pleased to announce the release of the OBITEL 2015 Yearbook . It is available in Portuguese, Spanish and English for free download at the OBITEL website: http://obitel.net. The OBITEL (Ibero-American Observatory of Television Fiction) is a research network made up of 12 national teams that systematically monitor, throughout a year, fiction shows that are produced and broadcast through open television channels in their respective countries. The results of this monitoring are presented through the singularities and tendencies of fiction in each country and in a comparative chapter that provides a general overview of television fiction in the member countries: Argentina, Brazil, Chile, Colombia, Ecuador, Spain, United States (Hispanic networks), Mexico, Peru, Portugal, Uruguay and Venezuela. The present Yearbook celebrates 10 years of the OBITEL and its special topic is Gender Relations in Television Fiction" (Maria Immacolata Vassallo de Lopes and Guillermo Orozco Gomes, OBITEL Coordinators).

"A estrutura do Anuário Obitel está dividida em três partes. A primeira parte é um capítulo de síntese comparativa da ficção dos países Obitel. Essa comparação é feita a partir de uma perspectiva quantitativa e qualitativa que permite acompanhar o desenvolvimento da ficção em cada país ao longo do ano, destacando seus principais cenários. Na segunda parte há 12 capítulos (um para cada país), com uma estrutura interna em que as seções do anuário costumam ser fixas, embora algumas sejam mais específicas do que outras. As seções que integram cada um dos capítulos são as seguintes: 1) O contexto audiovisual do país, que apresenta informação geral do setor audiovisual em relação à produção de ficção televisiva: história, tendências e fatos mais relevantes no ano. 2) Análise da ficção de estreia, feita por meio de diversas tabelas que apresentam dados específicos dos programas nacionais e ibero-americanos que estrearam em cada país. Nessa seção são destacados especialmente os dez títulos de ficção mais vistos do ano. 3) Recepção transmídia: nessa seção é apresentada e exemplificada a oferta que as emissoras de televisão propiciam às suas audiências para que possam consumir suas produções na internet, assim como a descrição do tipo de comportamento que as audiências adotam, por si mesmas, para ver, consumir e participar das suas ficções nas páginas e sites da internet. 4) Produções mais destacadas do ano: as mais importantes, não apenas quanto à média de audiência (rating), mas também em termos de impacto sociocultural ou de inovação que tenha gerado em novos formatos, estéticas e roteiros. 5) O tema do ano, que neste Anuário 2015 é Relações de Género na Ficção Televisiva Ibero-Americana".

A coordenadora nacional portuguesa é Catarina Burnay. Em 2014, a docente da Universidade Católica coordenou o livro A História na Ficção Televisiva Portuguesa, lançado pela Universidade Católica Editora.

Sem comentários: