Interrupção

O blogue tem sido muito pouco atualizado. O trabalho de investigação e outros motivos obrigam a uma concentração de esforços num só sentido. Obrigado pela preferência manifestada desde 2003.

15.6.16

Nara

Nara (奈良) foi capital imperial do Japão entre 710 e 784, com o nome de Heijō-kyo (平城京). A maior parte dos grandes templos budistas que tornam a cidade ainda hoje conhecida foi construída nessa época. Dada a influência e as ambições políticas dos habitantes dos templos face ao governo, a capital passou para Nagaoka. Em 1180, a cidade foi destruída pelo clã Taira. Os templos Tōdai-ji e Kōfuku-ji foram reconstruídos. Dos templos mais impressionantes, destaco os três pagodes budistas, mesmo à entrada do parque natural e os templos Wakamiya Jinja e Tōdai-ji, este com um grande Buda no seu interior.



Entre Quioto e Nara, há duas empresas ferroviárias a explorar o serviço. Optei pela JR, mais velha e num comboio que parou em todas as estações. Aí, pude apreciar os passageiros - idosos, estudantes do secundário com uniforme, empregados de fato e gravata, muita gente simples a percorrer poucas estações. Dos jovens, a contínua atenção ao telemóvel, talvez com maior consumo do que em Portugal. E olhei para a paisagem - habitações cinzentas com telha preta, muitas antenas de televisão, as ruas cheias de postos e cabos de eletricidade.

Sem comentários: