No Porto, dia 24 de maio de 2018, pelas 18:00, apresentação de livro "A Emissora Nacional e as Mudanças Políticas (1968-1975)"

quarta-feira, 28 de março de 2018

Paulo Barreto

Sobre Paulo Barreto, já escrevi aqui, a 4 de junho de 2011. O livro O que se Ouvia e Via ao Balcão do Portela, a história de vida de um empregado de balcão em Vila Praia de Âncora, saíra em 2010. Escritor e pintor, define-se como "repentista".

Agora, espera-se uma exposição de quadros a acrílico debaixo do tema incêndios, tragédia que se abateu no país o ano passado e que o impressionou muito. Enquanto não vem a exposição, fica aqui uma aguarela dele (Repouso, 2015), uma homenagem aos barcos artesanais entretanto desaparecidos.


Sem comentários: