19.2.10

POLAROID - LEILÃO DE FOTOGRAFIAS

A 16 de Outubro de 2009, o jornal i publicava Polaroid is back: "As pequenas fotografias que se revelam no instante seguinte estão de volta. A empresa Summit Global Group vai recomeçar a fabricar as máquinas fotográficas da marca Polaroid e as películas das máquinas vão ficar a cargo de uma fábrica holandesa. Apesar de ter entrado em bancarrota em 2008, a licença de comercialização da Polaroid foi comprada em Maio por outra empresa por 87,6 milhões de dólares (cerca de 58,8 milhões de euros) e agora, as Polaroid vão voltar às lojas em 2010 com modelos digitais e analógicos. E os clientes mais fiéis também não vão ser esquecidos. Também vão ser postos à venda rolos para as máquinas mais antigas".

Hoje, no mesmo i, o texto de Carol Vogel (New York Times) destaca a má gestão e o avanço da fotografia digital como o problema que a Polaroid sentiu. Daí, a venda de 1200 obras no próximo Verão em leilão da Sotheby's. Fundada em 1937, foi à falência a primeira vez em 2001 e a segunda vez em 2008. Desta vez, um tribunal condenou a Polaroid a vender uma parte da sua colecção de fotografias, com nomes como Ansel Adams, Robert Rauschenberg, Robert Frank, Robert Mapplethorne, Andy Warhol e outros, esperando-se que a venda de 1200 objectos atinja entre 5,5 e 8,45 milhões de euros. A colecção Polaroid possui mais de 10 mil imagens.

Sem comentários: