Interrupção

O blogue tem sido muito pouco atualizado. O trabalho de investigação e outros motivos obrigam a uma concentração de esforços num só sentido. Obrigado pela preferência manifestada desde 2003.

5.6.10

MEDIA DE PROXIMIDADE E DE DISTANCIAMENTO

Um texto do sociólogo João Teixeira Lopes [Diver(cidade): Espaços Públicos Interculturais] distingue entre espaços proxémicos e distémicos. Os proxémicos remetem para a proximidade local, para a tribalização crescente das sociedades urbanas (efervescência de ideias, socialização, consciência colectiva). Os distémicos representam comunidades de estranhos como os parques urbanos, as ruas, os cafés, os teatros, as salas de ópera. Quanto a alguns destes espaços (caso do teatro e da ópera), Teixeira Lopes tem dificuldade em aceitar que alguns sejam encarados como espaços públicos, pois "exigem direitos de entrada e se traduzem por graus desiguais de acesso com fortes implicações simbólicas".

Como meios que não operam uma distinção nítida entre proxémico e distémico, julgo o trabalho das rádios locais e da televisão pela internet, por exemplo, a que se junta a virtualidade e não fisicidade desses media.

1 comentário:

PJ disse...

Caro Rogério, agradeço esta partilha, que me será útil para a tese (doutoramento), sobre ciberjornalismo de proximidade.