Interrupção

O blogue tem sido muito pouco atualizado. O trabalho de investigação e outros motivos obrigam a uma concentração de esforços num só sentido. Obrigado pela preferência manifestada desde 2003.

5.11.10

SERVIÇO PÚBLICO DE TELEVISÃO (IX)

"Na proposta de Orçamento de Estado para 2011 a contribuição para o audiovisual aumenta para 2,25 euros. Desde a sua criação, em 2003, que esta taxa é polémica. Voltam-se a ouvir vozes contra esta forma de financiamento da RTP" (Ana Gaspar, Jornal de Notícias de hoje).

A minha posição não é contra o serviço público, mas manifesto as minhas dúvidas quanto ao modo como é feita a contribuição para o audiovisual. Só assim se pode entender a primeira frase da minha citação, pois o serviço público está a ser pago e não "feito" pelo recibo da electricidade.


Sem comentários: