8.1.13

As emissões da Rádio Universitária do Minho

A Rádio Universitária do Minho tem vindo a ter cortes de emissão devido a cortes de electricidade. Tal resulta de uma disputa com a Rádio Antena Minho. Desde o começo da década de 1990, as duas rádios partilham instalações em Santa Marta das Cortiças e, a partir de 1997, também com a Rádio Comercial, partilham também os respectivos encargos. As divergências entre as duas estações de rádio surgiram em 2008 por causa da propriedade do emissor de Santa Marta das Cortiças. A Rádio Antena Minho outorgou uma escritura de justificação notarial, para efeitos de registo de aquisição, por usucapião, do prédio no qual se encontrava instalado o emissor, declarando-se legítima possuidora, com exclusão de outrem, e há mais de vinte anos do imóvel. A RUM impugnou judicialmente a dita escritura de justificação notarial, no Tribunal Judicial de Braga, mas a sentença proferida em Junho de 2012 atribuiu a propriedade do espaço à Rádio Antena Minho. A RUM interpôs recurso, aguardando a decisão. Entretanto, os cortes de electricidade sucedem-se e as emissões da estação não são regulares.