10.2.14

A morte de Stuart Hall

Eu não conhecia pessoalmente Stuart Hall nem nunca falei com ele, mas foi dos autores que mais me acompanhou nesta última década. Todos os anos eu falava aos meus alunos da escola dos estudos culturais (cultural studies) e da importância daquele jamaicano que foi estudar e ficou no Reino Unido. Vezes sem conta li textos dele e de colegas que com ele trabalharam.

Agora, chega-me a notícia da sua morte. Num dos obituários surgidos na minha caixa do correio, leio que ele era um gigante da teoria cultural e da sociologia, fora diretor do Centre for Contemporary Cultural Studies ligado à Universidade de Birmingham (a que pertenceu entre 1964 e 1979) e professor de sociologia na Open University. Foi também presidente da British Sociological Association (1995-7). Autor de muitos trabalhos influentes, todos nós que trabalhamos nos estudos dos media, cultura e comunicação reconhecemo-lo como figura fundamental.

Sem comentários: