Interrupção

O blogue tem sido muito pouco atualizado. O trabalho de investigação e outros motivos obrigam a uma concentração de esforços num só sentido. Obrigado pela preferência manifestada desde 2003.

1.2.14

Censura discográfica (4)

"1.2.1974. Inconvenientes adquirir ou transmitir José Afonso (Venham Mais Cinco), Petrus Castrus (Mestre), Carlos Mendes (E Alegre se Fez Triste; O Regresso) e Leonel Sena (Rolf Knôfel)".

De uma só vez, a Emissora Nacional proibia quatro discos. Curiosamente, a rádio pública hoje de manhã anunciava o concerto dos 50 anos de carreira de Carlos Mendes. Será que o artista vai cantar aquelas canções há 40 anos censuradas?

A banda Petrus Castrus, de rock progressivo, nasceu em 1971 com os irmãos Pedro Castro e José Castro e tinha uma formação inicial composta por Pedro Castro (vocais, guitarra e baixo), José Castro (teclado, sintetizador e vocais), Júlio Pereira (guitarra), Rui Reis (órgão) e João Seixas (bateria). A letra de Mestre começava assim: "Mestre / Nada de novo debaixo do Sol / Nada de justo debaixo dos Céus / Apensas teus servos suados / Arando lentamente / Na tarde quente / Mestre / Dos que partiram nem a sombra voltou / Os que ficaram já a guerra levou / Só restam os servos suados / Cavando lentamente / Na tarde quente". Ouvir a canção aqui.

 
[anteriores edições em 9, 23 e 30 de Janeiro; próxima edição a 6 de Fevereiro]

Sem comentários: