Interrupção

O blogue tem sido muito pouco atualizado. O trabalho de investigação e outros motivos obrigam a uma concentração de esforços num só sentido. Obrigado pela preferência manifestada desde 2003.

14.6.14

A notícia mais triste da semana: os despedimentos no grupo Controlinveste

Dia 11 de Junho, a opinião pública tomava conhecimento do despedimento colectivo de 160 trabalhadores do Grupo Controlinveste, dos quais 140 através de um processo de despedimento colectivo e 20 de rescisões por mútuo acordo, abrangendo um total de 64 jornalistas, com muito impacto no Diário de Notícias, Jornal de Notícias, O Jogo, Global Imagens e TSF (http://www.jornalistas.eu/?n=9264). Por exemplo, João Paulo Baltazar foi despedido por ganhar o salário mais alto da TSF no conjunto das equipas de informação, mas o repórter fotográfico Jorge Carmona (Global Imagens) também foi despedido, apesar de ganhar o salário mais baixo da sua empresa (http://www.publico.pt/portugal/noticia/jornalistas-protestam-em-lisboa-contra-despedimentos-na-controlinveste-1639661).

O Conselho de Administração da Controlinveste é presidido por Daniel Proença de Carvalho após a recomposição acionista, onde entraram os empresários António Mosquito (27,5%) e Luís Montez (15%), além dos bancos BCP e BES (ambos com 15%). O anterior proprietário, Joaquim Oliveira, passou a deter 27,5%. (http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=744330&tm=6&layout=121&visual=49). Recorde-se que em 2009 a Controlinveste já despedira 122 trabalhadores (http://www.tvi24.iol.pt/economia---emprego/jornalistas-protesto-controlinveste-tvi24/1559695-6374.html).

Sem comentários: