20.2.15

Rever a história da rádio

E se eu atrasasse o começo da história da rádio em Portugal para 1923 (e não 1924) e o começo das emissões regulares da Emissora Nacional para bastantes meses antes de Agosto de 1935? Não seria mais confortável para a ideia de modernidade tecnológica da rádio no país? O artigo do Diário de Notícias de 27 de Fevereiro de 1929 refere que CT1AA começou a emitir experimentalmente em 1923, um documento (cópia) indica que CT1AB começou a experimentar emissões de rádio em 1924. A programação da Emissora Nacional de 22 de Março de 1935 parece-me muito bem alinhada com dois períodos de emissão (à hora de almoço e ao fim da tarde e noite), como se lê ainda no Diário de Notícias de 21 de Janeiro de 1935. Já a transmissão de jogos de futebol parece também alicerçada em 1935 (Diário de Notícias de 6 de Janeiro de 1935).

Do programa da Emissora Nacional, destaco os noticiários às 12:35, 20:30 e 22:30, a cotação da Bolsa de Lisboa, a informação meteorológica e o sinal horário (21:30). Seis períodos de música em discos e igual número de períodos de música em directo com as orquestras da estação relevavam o equilíbrio musical entre gravação e ao vivo, tendência que iria pender para o primeiro tipo de música. O director era ainda António Joyce, antes da nomeação de Henrique Galvão. Mozart, Granados, Verdi, Mendelssohn, Massenet, Strauss, Brahms, Beethoven (em disco) e Leoncavallo seriam compositores interpretados nesse dia. Se a música séria (ou clássica) tinha identificação, o mesmo não acontecia com a música de discos, então ainda com menos dignidade. Quanto a CT1GL (Rádio Clube Português), a emitir ao fim da tarde e noite, mantinha uma forte programação de música clássica, em especial a tocada pelo quarteto da estação. Um noticiário e música ligeira (de baile) eram outros elementos constituintes da sua programação. Esta tornar-se-ia mais popular poucos anos depois, ao passo que a Emissora Nacional começaria em 1948 a ter desdobramento de programas de música ligeira e música clássica.







Sem comentários: