30.4.15

Videojogos

"Tratar da indústria de games [videojogos] é comprometer-se com a busca pelo entendimento do que hoje pode ser considerado o mercado de produção de conteúdo para entretenimento mais dinâmico, multifacetado e com expressivo potencial de crescimento e desenvolvimento. Mais que uma indústria especializada, dentro deste único mercado coexistem e se relacionam, de forma integrada, diversos “ecossistemas”, determinados não só pelo conteúdo, mas também pelo formato como estes games são produzidos e disponibilizados para o mercado consumidor", assim começa o artigo de Carolina Clemente Bassin para a Cultura e Mercado, com data de 27 de Abril de 2015. A ler o texto na totalidade.

Sem comentários: