2.5.15

A rádio em 1985

A capa reproduz um altifalante de excitação directa em leque Gaumont. O livro 60 Anos de Rádio em Portugal foi publicado em 1986 pela RDP (rádio pública) e pela editora Vega e reproduz as comunicações realizadas no colóquio sob aquele nome, nos dias 23 e 24 de Maio de 1985, no Fórum Picoas, em Lisboa. À época, actuais e antigos dirigentes da rádio (como Maria da Paz Barros Santos e José Manuel Nunes), profissionais destacados (como Fernando Curado Ribeiro e Fernando Serejo), novos protagonistas (como Emídio Rangel), especialistas em audiências e publicidade (como Rui Dias José e João David Nunes), professores de comunicação (como Adriano Duarte Rodrigues) passaram esses dias a falar de rádio.

Um dos textos que melhor fixei foi o de José Manuel Nunes. Ele falou de recursos humanos (a partir de estudo feito por Ana Paula Ferreira e Maria Leonor Nunes). Então, a rádio pública tinha 22 categorias profissionais, como realizadores, assistentes de realização, locutores, animadores de emissão, jornalistas, sonorizadores, assistentes musicais, assistentes literários e arquivistas musicais. Do conjunto dos trabalhadores da rádio, ele extraiu 570 produtores do discurso radiofónico, dos quais 348 se situavam na faixa etária entre 35 e 50 anos, mas poucos abaixo dos 30 anos. Ao contrário, havia uma forte juvenilização e predominância masculina nos jornalistas. 28,1% dos produtores de discurso possuíam o antigo 7º ano do liceu, 23,2% o antigo 5º ano e 10,3% o ensino básico. Apenas 7,8% tinha licenciatura. O então director de Programas colocou uma questão premente na época, a do ingresso de muitos funcionários em 1976, quando se formou a RDP, e 1980, ano de eleições.

A síntese final (pp. 233-238) apontou 11 pontos principais dos trabalhos do colóquio: 1) conceitos e ideias, 2) rádio-teatro, 3) rádio nova/rádio velha, 4) rádio e juventude, 5) pesquisa de audiência, 6) regionalização da rádio, 7) publicidade, 8) recursos humanos, 9) informação, 10) emissões em onda curta, e 11) planeamento e gestão.

Sem comentários: