28.5.15

O doutoramento de Joana Seabra

Hoje à tarde, na Universidade Católica, Joana Seabra defendeu a tese de doutoramento Assessoria de Imprensa: Controlo em Rede. O Assessor de Imprensa como estratega de enquadramento.


A nova doutora trabalhou o tema da assessoria de imprensa enquanto estratégia de comunicação, fonte e agente que procura controlar a relação entre a empresa ou instituição e os media. As suas perguntas de partida levavam a conhecer como o assessor procura capitalizar a produção jornalística em benefício da organização para quem trabalha e quais os passos e as implicações da sua estratégia. A ideia motora é que as fontes de informação estão cada vez mais profissionais.

[na fotografia, da esquerda para a direita: Nelson Ribeiro, Rogério Santos, Ana Mafalda Eiró Gomes, ESCS, José Tolentino de Mendonça, vice-reitor da Universidade Católica, Joana Seabra, Vasco Ribeiro, Universidade do Porto, e Rita Figueira]

À Joana Seabra - foi um prazer a orientação ao longo destes últimos anos. Falámos muito de Foucault, da sociologia do jornalismo, das relações entre fontes e informação, teoria do agendamento e gatekeeping, de metodologias e de validade da investigação. Aos meus colegas do júri - como é agradável a cumplicidade de discutirmos os temas que temos trabalhado, da aprendizagem mútuo e de que como não há melhor democracia de, embora não concordemos em tudo com todos, continuamos a argumentar a a aprender.

Sem comentários: