Interrupção

O blogue tem sido muito pouco atualizado. O trabalho de investigação e outros motivos obrigam a uma concentração de esforços num só sentido. Obrigado pela preferência manifestada desde 2003.

3.11.16

Marcel Broodthaers: una retrospectiva

O Museum of Modern Art (Nova Iorque) e o Museo Reina Sofía (Madrid) organizaram um retrospetiva muito completa do artista belga Marcel Broodthaers (1924-1976), de grande produção artística nas décadas de 1960 e 1970 (cerca de 300 obras presentes). Isso inclui os objetos mais antigos feitos com mexilhões (um dos pratos favoritos dos belgas) e ovos, um e outro materiais frágeis e ilustrativos de uma arte pobre e efémera. Depois, a exposição percorre os seus objetos posteriores, como o museu fictício, o Musée d’Art Moderne. Département des Aigles, e a retrospetiva Décor. A poesia, os livros e o cinema constituem outros espaços de trabalho criativo do artista, inicialmente fotógrafo de imprensa que, já maduro, resolveu dedicar-se às artes plásticas.


Sem comentários: