27.10.16

Estudo de Augusto Mateus sobre setor de televisão

Retiro do jornal Público a indicação de novo estudo realizado por Augusto Mateus sobre o setor de produção de televisão em Portugal (Produção de Conteúdos Audiovisuais em Portugal), onde recomenda a reformulação da lei da televisão e do audiovisual e diz ser necessário acabar com a cobrança de taxas como foco estratégico. O estudo, promovido pela Associação de Produtores Independentes de Televisão (APIT), serviu de pretexto para operadores, canais e produtores discutirem temas como direitos autorais, financiamento e evocar a importância de se desenvolver uma indústria local a sério.

Atualização a 28 de outubro de 2016: Por outro lado, o Conselho Geral Independente aparece contra medida do orçamento do Estado, o qual prevê a entrega da taxa do audiovisual à Autoridade Tributária e não diretamente à RTP, ao considerar existir perigo de governamentalização da RTP.

Sem comentários: