sexta-feira, 22 de julho de 2005

REGULADOR BRASILEIRO FECHA 1199 ESTAÇÕES DE RÁDIO ILEGAIS

Segundo escreve hoje o blogue Media Network Weblog, a Agência Nacional de Telecomunicações do Brasil (Anatel) tem prosseguido a política de encerrar estações de rádio ilegais. Este ano já fechou 1199, o que dá uma média de quase 200 por mês. Em 2004, haviam sido fechadas 1807. A Anatel estima haver quase 4500 estações piratas em todo o país. Edilson Ribeiro dos Santos, um responsável da Anatel, entende que as rádios ilegais interferem nas frequências das estações legais e das comunicações aéreas.

A notícia não contextualiza o fenómeno das rádios ilegais no Brasil. Alguém sabe quais as razões de uma tão grande quantidade de estações não legais? Trata-se de um fenómeno de rádios comunitárias sem recursos financeiros? Ou são experiências de grupos de jovens? Surgem rádios criativas com sons, programas e uma atenção à realidade social distintos das rádios já instaladas?

1 comentário:

DEFINITIVO disse...

No Brasil é tudo em grande... até a ilegalidade!